WEB RÁDIO

quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Itep adota sistema biométrico para identificação de presos no RN

O Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep-RN) está se preparando para implantar um sistema biométrico, por meio da coleta de impressões digitais, que vai padronizar todo o processo de identificação de pessoas restritas de liberdade no Estado. A mudança, segundo a direção do órgão, deve acontecer ainda na primeira quinzena de fevereiro.

Toda pessoa que for presa em flagrante será submetida ao novo sistema, passando por um cadastro minucioso, que vai incluir tanto informações biográficas quanto antropométricas (medidas e dimensões do corpo), além de dados do próprio processo criminal a qual ela está respondendo.

Os dados biométricos – como fotografia, impressões digitais e assinatura – serão coletados, analisados e pesquisados no banco de dados do próprio Itep.

O serviço vai identificar a pessoa de acordo com as características que cada indivíduo possui. “Vai impedir erros no processo de identificação, que passará a ser baseado, unicamente, nas características que individualizam a pessoa, resultando na mitigação de casos de falsidade ideológica”, destacou.

Agora RN


Nenhum comentário:

Postar um comentário