WEB RÁDIO

quarta-feira, 5 de outubro de 2022

Caixa estuda juro abaixo de 3,5% para consignado do Auxílio Brasil

A presidente da Caixa, Daniella Marques, informou nesta terça (4) que, a partir da segunda quinzena de outubro, o banco público pretende apresentar taxas inferiores ao teto de 3,5%, definido para empréstimos consignados que serão garantidos pelas futuras parcelas do Auxílio Brasil. A medida virá acompanhada de uma ação para conscientizar beneficiários sobre o risco de contrair empréstimos.

“Estamos trabalhando para priorizar o crédito consignado do Auxílio Brasil”, disse a presidente da Caixa ao lembrar que, em muitos casos, esse recurso é usado pelas famílias com o objetivo de “comprar produtos para vender; para investir [em algum negócio]; ou para pagar dívida”.

Para possibilitar taxas de juros inferiores aos 3,5% estipulados para o consignado via Auxílio Brasil, Daniella Marques disse que a área de Risco e Governança “está terminando a modelagem” que possibilitará, ao banco, operar a taxas inferiores a este teto.

“E vamos entrar com conscientização das pessoas para trocarem dívida mais cara por uma mais barata”, acrescentou Daniella, ao lembrar que haverá um limite de R$ 160 para a contratação específica do crédito consignado.

Ela informou que a Caixa prepara uma “ação para crédito consciente”, de forma a não estimular endividamento ainda maior das famílias. “Temos de ter ciência de que boa parte dessas famílias ou pessoas já estão endividadas, principalmente no rotativo do cartão de crédito, onde as taxas são bem mais elevadas.”

A presidente da Caixa atualizou alguns números relativos ao Auxílio Brasil. De acordo com Daniella, o total de famílias beneficiadas pelo programa já está em 21,13 milhões. A próxima parcela de R$ 600 será paga no dia 11 de outubro.

Outubro Rosa

Aproveitando o mote do Outubro Rosa, mês em que se chama a atenção para o câncer de mama, Daniella convocou entrevista coletiva para falar também, das ações da Caixa e do governo voltadas ao público feminino.


Drogaria Santa Luzia - A Serviço de Sua Saúde

 


Drogaria Santa Luzia com entrega grátis de Domingo a Domingo

Disk Saúde – (84) 9 9602 5287

Aberto de Segunda a Sábado das 07h às 22h

E aos Domingos das 07h30 às 12h e das 15h às 20h

Drogaria Santa Luzia – A Serviço de Sua Saúde

Rua – Antônio Luiz dos Santos – 78 – Centro

Drogaria Santa Luzia – A Serviço de Sua Saúde

Parelhas e Santana do Seridó

Auxílio Brasil tem cerca de 500 mil beneficiários a mais em outubro

O programa Auxílio Brasil chegou em outubro deste ano ao maior patamar do programa, com 20,65 milhões de famílias beneficiadas. Ao programa A Voz do Brasil desta terça-feira (4), o ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, disse que cerca de 500 mil famílias foram incluídas no programa neste mês. 

De acordo com o novo calendário, os repasses do valor mínimo de R$ 600 por família vão começar na terça-feira (11) para beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) terminado em 1. Os pagamentos serão de forma escalonada até 25 de outubro. Nesta data, receberão os contemplados pelo programa com final do NIS 0.

Aperfeiçoamento

De acordo com o ministro, o programa está em constante aperfeiçoamento e leva muito a sério as condicionantes para o recebimento do benefício, como presença de crianças e jovens de 3 a 21 anos no sistema de ensino, cumprimento da caderneta de vacinação e, no caso de gestantes, fazer o pré-natal.


Senado aprova realocação de verba para piso da enfermagem

O Senado aprovou nesta terça (4) projeto de lei complementar que viabiliza a transferência de recursos de outras áreas para financiar o piso salarial dos profissionais de enfermagem. 

Os recursos virão dos valores remanescentes de fundos de saúde de estados e municípios, bem como de valores remanescentes do Fundo Nacional de Assistência Social. Agora, o projeto segue para votação na Câmara dos Deputados.

A lei que estabeleceu piso salarial de R$ 4.750 para enfermeiros do setor público ou privado foi aprovada no Congresso Nacional em maio, mas, em setembro, o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu os efeitos da norma. Em decisão liminar, o ministro Luís Roberto Barroso argumentou que faltava previsão orçamentária.

Barroso atendeu a pedido da Confederação Nacional de Saúde, Hospitais e Estabelecimentos e Serviços (CNSaúde). Segundo o ministro, há risco de insolvência pelos estados e municípios, que empregam a grande maioria dos enfermeiros do serviço público. O ministro também justificou a decisão com o risco de demissões em massa e de redução de leitos com o encolhimento do quadro de enfermeiros e técnicos.

O projeto de lei complementar aprovado nesta terça-feira garante os recursos questionados pelo Judiciário. A proposta altera uma lei de 2020 que liberou para ações de enfrentamento à pandemia de covid-19 cerca de R$ 23,8 bilhões que restaram no fim de 2020 nas contas dos fundos de Saúde de estados, Distrito Federal e municípios. Com a redução no número de casos e mortes por covid-19, o entendimento dos senadores é que a verba será mais bem aplicada no reajuste salarial da enfermagem.

“A realização de atos de transposição, transferência e reprogramação de saldos financeiros 'parados' nos fundos de Saúde e de Assistência Social ainda é desejada no momento atual, pois o enfrentamento da pandemia da covid19 não se limita à primeira linha de ação, fortemente atacada nos anos anteriores”, afirmou o relator do projeto de lei, Marcelo Castro (MDB-PI), em seu parecer. Segundo o senador, inicialmente, o mecanismo auxiliará os entes subnacionais a arcar com os custos diretos decorrentes da instituição do piso nacional dos profissionais da enfermagem.

Calcula-se reunir R$ 27,7 bilhões para a área de saúde e R$ 402,2 milhões para a assistência social, setor incluído no projeto para, segundo o relator, “minimizar os efeitos das desproteções sociais ampliadas pela pandemia”.


Senado aprova MP da Previdência Complementar para servidores

O Senado aprovou nesta terça (4) a Medida Provisória (MP) 1.119 de 2022, que amplia o prazo para a opção dos servidores públicos federais pelo regime de previdência complementar da Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp), que passa a ser de natureza privada. O prazo fixado pela MP é 30 novembro. O texto segue para sanção presidencial.

Foi aprovado ainda o parecer com alteração no cálculo do benefício especial, mecanismo compensatório para quem decide trocar o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) pelo Regime de Previdência Complementar (RPC). Quem decidir migrar até 30 de novembro terá o cálculo com 80% das maiores contribuições. O texto original previa o uso de todas as contribuições nesse cálculo, inclusive as menores. A partir de 1º de dezembro, o cálculo voltará a ser feito com base nos recolhimentos registrados em todo o período contributivo.

No parecer pela aprovação da MP, o senador Jorge Kajuru, relator da matéria, afirmou que a medida traz ampliação do direito dos servidores de exercer a opção pelo novo regime de previdência complementar, no momento em que as condições de aposentadoria estão bastante alteradas pela reforma da Previdência.

Ao apresentar a MP, o governo argumentou que o déficit atuarial do RPPS compromete a manutenção dos benefícios correntes. Segundo Kajuru, apenas 1,1 mil servidores fizeram a migração de regime na atual janela, o que representa apenas 0,37% dos 292.181 servidores elegíveis.

“Tais números evidenciam uma clara frustração nas expectativas do número de servidores que optariam pela migração nesta oportunidade, assim como a consequente despesa da União com contribuição à Funpresp aquém da projetada, demonstrando que a opção passa por fatores não apenas racionais, mas principalmente comportamentais dos servidores”.

Regime privado

A MP também altera a natureza jurídica das fundações de previdência complementar. Elas passam a ser estruturadas com personalidade jurídica de direito privado.

Em vez da Lei de Licitações e Contratos, passam a seguir as regras das sociedades de economia mista. Uma das consequências imediatas é o fim do limite salarial dos dirigentes da Funpresp. Antes da MP 1.119, os salários eram limitados ao teto de ministro do Supremo Tribunal Federal (R$ 39.293,32).


Atendimentos Desta Quarta na Clínica Maria Teonas

 


Vem aí Dia das Crianças na Clínica Maria Teonas

A entrada será gratuita, basta pegar seu acesso que está disponível na recepção da Clínica Maria Teonas.

Na segunda dia 10 de Outubro, as 18h00

Leve sua criança e venha se divertir nessa noite mágica!

Sorteios, Palhaços, Malabaristas, Circo Intinerante, Contação de Histórias, Pipocas, Picolés e muita alegria.

Clínica Maria Teonas Vocação em Atender Bem!

Contatos: (84) 9 9952 0263

                         9 9936 1564


Covid-19: Brasil tem 7. 367 casos e 93 mortes em 24 horas

 O Brasil registrou, desde o início da pandemia, 686.464 mortes por covid-19, segundo o boletim epidemiológico divulgado nesta terça (4) pelo Ministério da Saúde. O número total de casos confirmados da doença é de 34.691.896.

Em 24 horas, foram registrados 7.367 casos. No mesmo período, foram confirmadas 93 mortes de vítimas do vírus.

Ainda segundo o boletim, 33.890.228 pessoas se recuperaram da doença e 115.204 casos estão em acompanhamento. O boletim de hoje não traz os dados atualizados do Ceará.

Estados

De acordo com os dados disponíveis, São Paulo lidera o número de casos, com 6,10 milhões, seguido por Minas Gerais (3,88 milhões) e Paraná (2,74 milhões). O menor número de casos é registrado no Acre (149,7 mil). Em seguida, aparece Roraima (175 mil) e Amapá (178,2 mil).

Em relação às mortes, de acordo com os dados mais recentes disponíveis, São Paulo apresenta o maior número (174.913), seguido de Rio de Janeiro (75.731) e Minas Gerais (63.789). O menor número de mortes está no Acre (2.029), Amapá (2.163) e Roraima (2.173).


No RN, percentual de recusa para responder ao Censo 2022 chega a 1,2%

Com dois meses de pesquisa, o percentual de recusas em responder Censo 2022 no Rio Grande do Norte está em 1,2%. Isso significa que dos 861.835 domicílios visitados, em 10.754 residências os moradores se negaram a responder. No Censo Demográfico, uma só pessoa da casa pode responder pelos demais moradores.

O percentual de recusas no RN é menor do que a média do Nordeste (1,5%) e do Brasil (2,2%). Para convencer a população da importância de responder o Censo 2022, os recenseadores estão orientados a retornar, pelo menos, três vezes aos domicílios resistentes.

Caso o morador não seja convencido a dar a entrevista, o supervisor fará uma visita. Em último caso, o morador resistente receberá uma carta sobre a obrigatoriedade da prestação de informações estatísticas conforme a Lei Federal 5.534/68.

Os três retornos do recenseador também devem ocorrer nos casos de domicílios com moradores ausentes até conseguir a entrevista ou a confirmação de que ninguém mora no local. Conforme o balanço do dia 02 de outubro, em 63.773 residências não havia uma pessoa para responder no momento da visita do recenseador.


Evangelho Desta Quarta – Dia de Santa Maria Faustina Kowalska

 

Evangelho (Lc 11,1-4)

— Aleluia, aleluia, aleluia.

— Recebestes um espírito de adoção, no qual clamamos Abbá! Pai! (Rm 8,15bc)

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

1Um dia, Jesus estava rezando num certo lugar. Quando terminou, um de seus discípulos pediu-lhe: “Senhor, ensina-nos a rezar, como também João ensinou a seus discípulos”. 2Jesus respondeu: “Quando rezardes, dizei: ‘Pai, santificado seja o teu nome. Venha o teu Reino. 

3Dá-nos a cada dia o pão de que precisamos, 4e perdoa-nos os nossos pecados, pois nós também perdoamos a todos os nossos devedores; e não nos deixes cair em tentação’”.

Supermercado Santo Antônio em Parelhas o que vende mais barato

 






terça-feira, 4 de outubro de 2022

Sinal 5G será ativado dia 6 em cinco capitais da Região Norte

 

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou que cinco capitais da Região Norte terão, a partir do dia 6 próximo, a faixa de internet de quinta geração (5G) liberada para a entrada em operação. A nova tecnologia permite transmissão de dados de forma mais veloz, estável e com menor tempo de resposta (latência).

O anúncio – relativo ao início dos serviços em Belém, Macapá, Manaus, Porto Velho e Rio Branco – foi feito hoje (4), em Brasília, pelo conselheiro Moisés Queiroz Moreira, do Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz (Gaispi).

Essas frequências para o 5G foram leiloadas em novembro de 2021. A previsão inicial era que o serviço seria disponibilizado em todas as capitais até 31 de julho, e que nas demais cidades do país a ativação seria gradual até 2029.

“Foi um trabalho exitoso nessa fase inicial, apesar de difícil e de [envolver] aprendizado, porque não tínhamos total conhecimento dos problemas que poderiam aparecer”, disse o conselheiro, referindo-se à conclusão da primeira etapa de entrega da faixa de 3,5 GHz, a ser explorada por três operadoras (Vivo, TIM e Claro) em todas as capitais do país.

Segundo o coordenador do Gaispi, Henrique Gomes Pinheiro, as operadoras instalaram, até o momento, “mais do que o dobro” de antenas previstas no edital do 5G.

“O mínimo era de 2.528 estações [para as três operadoras]. No entanto, 5.275 já foram instaladas”, disse ele, ao informar que, com isso, o 5G já está presente em 5% das 93 mil estações instaladas no país.

Ele acrescentou que o serviço disponibilizado nas 27 capitais alcança 24% da população brasileira e tem um potencial de chegar a 50 milhões de brasileiros.

Região Norte

De acordo com o conselheiro Moisés Moreira, as operadoras têm até 28 de novembro para ligar todas as estações previstas para a Região Norte. “Serão 57 antenas em Belém; 18 em Macapá; 84 em Manaus; 21 em Porto Velho; e 15 no Rio Branco”, detalhou.

Sobre a nova etapa prevista no edital, que é a de levar a 5G desta faixa às cidades com mais de 500 mil habitantes, o desafio agora é o de avançar na limpeza do espectro utilizado – que é o mesmo de antenas parabólicas. A previsão é que essa nova etapa comece a ser implementada em janeiro de 2023.


Polícia Civil resgata idosa que vivia em condições precárias e autua filho por maus-tratos e cárcere privado em Macaíba

Policiais civis da 20ª Delegacia de Polícia Civil (DP de Macaíba) realizaram, na tarde desta terça-feira (04), a prisão em flagrante de Jocelin de Lima Bezerra, 53 anos, pelos crimes de cárcere privado e maus-tratos praticados contra sua genitora, idosa de 77 anos, no bairro de Bela Vista, município de Macaíba/RN.

A ação decorreu de denúncias anônimas, que convergiram com relatórios do CREAS municipal, dando conta de que a vítima vivia confinada em um pequeno quarto, sem qualquer ventilação natural, iluminação e energia elétrica, dormindo em um colchonete de borracha e sendo forçada a se alimentar com as mãos, já que não enxerga mais, fatos constatados pelos policiais, que, ao chegarem ao local, encontraram, ainda, a idosa despida e suja com os próprios excrementos fisiológicos, num cenário totalmente insalubre e inumano.

Após a prisão, o suspeito foi encaminhado ao sistema penitenciário, onde permanecerá à disposição da Justiça. Já a idosa foi encaminhada, com apoio do CREAS de Macaíba, a um abrigo, na cidade de Ceará-Mirim/RN.


Motociclista morre em acidente e policial chamado para ocorrência descobre que vítima é o próprio irmão

Um homem morreu após perder o controle da motocicleta que pilotava e bater em uma árvore no canteiro central de uma rua em Mossoró, na Região Oeste do Rio Grande do Norte.

A Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) foi acionada e um dos policiais chamados para ocorrência descobriu que a vítima era o próprio irmão.

A vítima foi identificada como Antônio Carlito de Oliveira, de 30 anos, irmão do sargento Solano, policial que foi acionado para a ocorrência. Vídeos de câmeras de segurança registraram o acidente no local. O acidente aconteceu no domingo, na Rua Marinha Mendes, no bairro Alto de São Manoel.


Promoção Chama no Preço NOVELAR

 





RN registra 18% de abstenção no 1º turno; veja como justificar falta

O Rio Grande do Norte registrou um percentual de 18,18% de abstenções na eleição para o cargo de governador na eleição deste ano. No total, segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral do RN (TRE-RN), 463.569 eleitores que estavam aptos a participar do pleito optaram por não comparecer e escolher um candidato para o governo.

O número é superior ao registrado também no primeiro turno da eleição geral de 2018. Naquele ano, 17,12% do eleitorado apto a votar nas eleições majoritárias estaduais, um total de 406.098 pessoas, se absteve. Neste ano, o percentual foi menor que o registrado no país, que computou uma taxa superior a 20,9% de abstenções (mais de 32,7 milhões de eleitores).

No estado, o percentual de votos brancos atingiu a marca de 4,59% no cargo de governador. É maior do que os 4,38% computados pela Justiça Eleitoral no primeiro turno de 2018. Quanto aos votos nulos, o movimento foi inverso, havendo redução neste ano. Se em 2018 13,21% dos eleitores optaram por não escolher nenhum candidato no primeiro turno, em 2022 o percentual caiu para 7,76%.

Justificativa
A partir desta segunda-feira (3), já é possível fazer o requerimento de justificativa eleitoral. Para isso, basta entrar no e-Título ou pelo Sistema Justifica.

Nesse processo é preciso anexar ao formulário do requerimento um documento que comprove o impedimento de comparecer no dia da eleição, como um atestado médico, um comprovante de viagem ou um boletim de ocorrência.

Após a justificativa, o eleitor recebe um número que vai possibilitar o acompanhamento da análise do pedido, que será feita pelo juiz da respectiva Zona Eleitoral.

G1 RN


Inscrições para concurso do INSS são prorrogadas para esta terça-feira

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) prorrogou o prazo das inscrições para o Concurso Público INSS 01/2022 para esta terça-feira (4). O motivo da decisão foi a instabilidade apresentada pelo site da Cebraspe, onde estão sendo realizadas as inscrições, com o número de acessos.  Ao todo, estão sendo ofertadas mil vagas para o cargo de técnico do seguro social, com salários de até R$ 5.905,79.

Das mil vagas oferecidas, 708 são para ampla concorrência, 90 para pessoas com deficiência e 202 destinadas a pessoas negras. O valor da taxa de inscrição é R$ 8. 

O concurso será realizado em duas etapas: provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, e curso de formação, de caráter eliminatório e classificatório. A aplicação das provas objetivas está prevista para o dia 27 de novembro.



Anvisa autoriza estudo para nova vacina contra a covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou a autorização para a condução de um ensaio clínico que terá como produto investigacional a SpiN-Tec, uma candidata à vacina para covid-19. 

A SpiN-Tec é uma proteína quimérica recombinante que utiliza a proteína SpiN, desenvolvida pelo Centro de pesquisa e produção de vacinas da Universidade Federal de Minas Gerais (CT Vacinas da UFMG).

Para a autorização, a agência analisou os dados das etapas anteriores de desenvolvimento dos produtos, incluindo estudos não clínicos in vitro e em animais, bem como dados preliminares de estudos clínicos em andamento. Os resultados obtidos, até o momento, demonstraram um perfil de segurança aceitável da vacina candidata.

Segundo a Anvisa, trata-se de ensaios clínico em que o produto investigacional será utilizado pela primeira vez em humanos. O ensaio terá duas partes: “Um ensaio clínico, de fase 1, de dose escalonada para verificar segurança e reatogenicidade do produto investigacional; e outro ensaio clínico, de fase 2, para estudo de segurança e imunogenicidade da SpiN-Tec”.

“O ensaio clínico incluirá participantes saudáveis de ambos os sexos, com idade entre 18 e 85 anos, que completaram o esquema vacinal primário com a Coronavac ou Covishield (Astrazeneca/Oxford), e que receberam uma ou duas doses de reforço com a Covishield ou Comirnaty (Pfizer) há pelo menos seis meses”, informou a Anvisa.

O estudo será financiado pela UFMG, pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação (MCTI), pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e prefeitura de Belo Horizonte.


Está Construindo ou Reformando seu imóvel? Então Visite o Armazém Dantas

 Pensou em construir ou reformar?

Visite o Armazém Dantas, onde preço e qualidade andam juntos.

Trabalhamos com madeiras Angelim Vermelho, madeira Uxí, no varejo e no atacado, com o melhor preço da região.

Oferecemos ainda lajes, portas, janelas, material elétrico, material hidráulico e ferros para sua construção.

Acompanhe-nos em nossas redes sociais @armazemdantas e faça seu pedido através do nosso Whatsapp (84) 9 9983 0609.

Aceitamos todos os cartões crédito e debito parcelando no valor de avista sem juros, pagamentos por PIX, link de cartões e boletos.

Entre em contato com a gente

 (84) 9 8896 5743

(84) 9 9983 0609

Armazém Dantas – Armazém de Goba


IBGE prorroga a coleta de campo do Censo 2022 até início de dezembro

 O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) informou que prorrogará a coleta em campo do Censo Demográfico até o início de dezembro. O trabalho de levantamento de informações, que teve início em 1º de agosto, estava previsto para se estender apenas até o fim de outubro.

O instituto comunicou que está enfrentando dificuldades para contratar trabalhadores em determinados locais. Em todo o país, o IBGE conta com 95.448 recenseadores em ação no momento, apenas 52,2% do total de vagas disponíveis. O estado com maior déficit de recenseadores é Mato Grosso, com 36,8% do número de vagas ocupadas.

“Praticamente metade do Censo feito nestes dois meses. Ou seja, a operação está atrasada. A gente estava esperando que fosse encerrar a operação agora na primeira semana de outubro”, contou Cimar Azeredo, diretor de Pesquisas do IBGE.

Ele acredita que instituto possa precisar de mais recursos para que o processo termine no prazo estimado.

“É bem provável que sim, que a gente precise de mais recursos”, contou Azeredo.

Segundo o diretor do órgão, a decisão de prorrogar a coleta até o início de dezembro é acompanhada do compromisso de entregar os dados da contagem da população ainda no fim de dezembro ao Tribunal de Contas da União, para subsidiar a repartição do Fundo de Participação de Estados e Municípios.

“Onde o mercado de trabalho está mais aquecido, temos mais dificuldade de contratar recenseadores”, justificou Cimar Azeredo.

O IBGE está trabalhando na preparação de uma medida provisória para permitir a contratação emergencial de recenseadores em condições extraordinárias.

“Estamos trabalhando também na melhora na remuneração desses recenseadores de forma a tornar essa remuneração mais atrativa”, disse ele, e acrescenta que também estão buscando aprimorar a comunicação sobre o levantamento censitário, de forma a convencer a população a fornecer informações para os recenseadores.

Até 2 de outubro, foram recenseadas 104.445.750 pessoas, em 36.567.808 domicílios, o equivalente a 49% da população estimada no país. No Censo Demográfico de 2010, a essa altura da coleta, já tinha sido recenseada 86,9% da população.

O gerente-técnico do Censo, Luciano Duarte, reconhece que o ritmo de coleta está “muito abaixo” do registrado no censo anterior, mas diz que o órgão está buscando melhorar a contratação e a remuneração de recenseadores nos locais onde a curva de recenseamento está muito abaixo do esperado.

Recenseados por região

Entre os já recenseados em 2022, 42% estavam no Sudeste; 27%, no Nordeste; 14,3%, no Sul; 8,9%, no Norte; e 7,8%, no Centro-Oeste. Até o momento, 48% dos recenseados eram homens e 52% eram mulheres.

“Não tem condições de ter Pnad Contínua no ano que vem se a gente não tem Censo”, apontou Azeredo. “E outras ações aí que são importantíssimas e que estão dependendo de o Censo ficar pronto.”

Os trabalhadores estão atuando em 282.838 dos 452.246 setores censitários do país, 62,54% do total. Sergipe é o estado mais adiantado em termos de setores trabalhados, com 80,78%, seguido por Rio Grande do Norte (79,69%) e Piauí (79,06%). Os estados mais atrasados são Mato Grosso (apenas 38,49% dos setores trabalhados), Roraima (45,18%) e Acre (48,79%).

Cerca de 2,27% dos domicílios visitados até o momento se recusaram a responder. Em relação ao tipo de questões, 88,2% dos domiciliados responderam ao questionário básico e 11,8%, ao ampliado.

A maior parte dos questionários (99,5%) foi respondida de forma presencial, enquanto 81.620 domicílios optaram por responder pela internet e 85.309, pelo telefone.

R7



Eleições de 2022 tiveram 11 milhões de votos válidos a mais que em 2018

As eleições de 2022 registraram 11,1 milhões de votos válidos a mais do que os recebidos em 2018, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os votos válidos — que são a diferença entre os votos totais e os votos brancos e nulos — representaram 95,59% dos votos totais neste domingo (2). Já em 2018, eles corresponderam a 91,21%.

Segundo especialistas, a maior parte desta diferença veio de brancos e nulos, que diminuíram em número e proporção neste pleito. Enquanto em 2018 a soma deles foi de mais de 10,3 milhões, neste ano, eles ficaram em torno de 5,4 milhões. O percentual de brancos e nulos da eleição deste primeiro turno é o menor desde 1994.

Na comparação com o total de pessoas que compareceram no primeiro turno das duas eleições, houve um crescimento de 6,3 milhões de eleitores. Então, enquanto o comparecimento aumentou em 6 milhões, os votos válidos aumentaram em 11 milhões.


Covid-19: Brasil tem 4.996 casos e 51 mortes em 24 horas

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira (3) indicam que o Brasil registrou, desde o início da pandemia, 686.371 mortes por covid-19. Segundo o boletim epidemiológico, número total de casos confirmados da doença é de 34.684.52.

Em 24 horas, foram registrados 4.996 novos casos. No mesmo período, foram confirmadas 51 mortes de vítimas do vírus. Ainda segundo o boletim, 33.875.877 pessoas se recuperaram da doença e 122.281 casos estão em acompanhamento.

Estados

De acordo com os dados divulgados, São Paulo lidera o número de casos, com 6,09 milhões, seguido por Minas Gerais (3,88 milhões) e Paraná (2,74 milhões). O menor número de casos é registrado no Acre (149,7 mil). Em seguida, aparece Roraima (175 mil) e Amapá (178,2 mil).

Em relação às mortes, de acordo com os dados mais recentes, São Paulo apresenta o maior número (174.854), seguido de Rio de Janeiro (75.695) e Minas Gerais (63.780). O menor número de mortes está no Acre (2.029), Amapá (2.163) e Roraima (2.173).

Vacinação

Até , o momento foram aplicadas 483,4 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, sendo 179,8 milhões com a primeira dose e 161,3 milhões com a segunda dose. A dose única foi aplicada em 4,99 milhões de pessoas.


Atendimentos Desta Terça na Clínica Maria Teonas

 


Na Clínica Maria Teonas dispomos de atendimentos pelo plano da saúde UNIMED

São mais de 10 especialidades médicas credenciadas para você e sua família.

Agende agora mesmo sua consulta

(84) 9 9952 0263

(84) 9 9936 1564

Clínica Maria Teonas

Vocação em Atender Bem!