WEB RÁDIO

sábado, 31 de dezembro de 2016

Foragido do PEP confirma que houve facilitação na fuga no último dia 18


Um dos 19 criminosos que fugiram do Presídio Estadual de Parnamirim (PEP) no último dia 18 foi recapturado na madrugada desta sexta-feira (30), após uma operação conjunta das Polícias Civil e Militar no bairro de Mãe Luiza, zona leste de Natal.

Gustavo Nicácio Alves foi encaminhado para a Delegacia Especial de Furtos e Roubos (Defur), onde prestou depoimento. Em um vídeo gravado pela Polícia Civil, o apenado confirmou que a fuga realizada há 13 dias ocorreu através de facilitação.

“Eu não sei dizer bem direitinho quem o menino pagou, mas que foi pago, foi. Não tinha como fugir 18 homi (sic) dum PEP”, revelou.

O detento confirmou que a fuga foi paga por 11 presidiários. “Os 11 primeiros parece que pagou. Não sei dizer [valor], rolou boato se foi 10, 15 mil”, disse.

Uma das regras informais entre os presidiários é que o “direito de fugir” é permitido somente aos presos que colaborarem de alguma maneira para a fuga. No caso do PEP, onde escaparam 19 detentos pulando o muro da unidade, Gustavo Nicácio informou que os demais decidiram fugir após os 11 primeiros que pagaram “autorizarem”. “Os caras disseram que depois que for os 11, quem tiver coragem, pode ir”, detalhou.

“Eu não paguei nenhum tostão, porque eu não tinha dinheiro para pagar. Eu já fui depois que os primeiros foi (sic), a teresa ficou, foi eu e mais oito”, contou aos policiais.

Além da investigação realizada pela Polícia Civil, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) e Polícia Militar apuram o envolvimento de agentes penitenciários ou policiais militares na fuga.

Walfrido Tampa



Nenhum comentário:

Postar um comentário