WEB RÁDIO

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Falta de água e apagão geram rebelião no CDP da Ribeira

Presos do Centro de Detenção Provisória da Ribeira realizaram uma rebelião e quebra-quebra a unidade, nesta quarta-feira (28).
Há alguns dias, eles já vinham insatisfeitos e reclamando com a falta de água no prédio e, com o apagão desta tarde, resolveram se rebelar.
De acordo com agentes penitenciários, uma construção privada feita nas imediações do CDP estaria interrompendo o abastecimento de água da unidade.
Nesta quarta-feira, pela manhã, um carro pipa chegou a levar água para o CDP, mas não foi suficiente.
Aliado a isso, o apagão que ocorreu em todo o Nordeste acabou gerando ainda mais revolta.
O motim começou ainda durante o apagão, quando os presos quebraram a grade da Ala A, que dá acesso ao corredor central da unidade.
Além disso, eles quebraram parte da parede. Com isso, o Grupo de Operações Especiais (GOE) dos agentes penitenciários e a Polícia Militar tiveram que ser acionados para intervir e controlar a rebelião.
Duas viaturas do Grupo de Escolta Penal também foram para o local.
Elas foram usadas para fazer a transferência de aproximadamente 80 presos para o presídio de Alcaçuz, tendo em vista que parte do Centro de Detenção Provisória foi distribuída e os presos poderiam fugir.
Os policiais militares fecharam parte dos acessos ao Centro de Detenção e a direção realizou contagem para confirmar se nenhum preso conseguiu escapar.
Alguns familiares dos presos também foram até o CDP e reclamam da falta de estrutura da unidade.
Sergio Costa

Foto: Sérgio Costa / Portal BO

Nenhum comentário:

Postar um comentário