WEB RÁDIO

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Comando do BOPE esclarece que não é responsável por presos militares


O Comando do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) enviou uma nota esclarecendo ao Portal BO que a unidade não é responsável pela custódia de presos militares, em resposta a matéria publicada sobre a possível saída de dois PMs investigados pela Polícia Federal.

De acordo com o BOPE, essa custódia é atribuída à Companhia Independente de Policiamento de Guarda (CPGID), situada no Complexo Penal Norte. O ofício encaminhado ao Portal BO é assinado pelo capitão André Luiz Araújo Freire, responsável pelo Comando do BOPE.

A redação do Portal BO esclarece que matéria em questão no ofício enviado pelo BOPE foi publicada nesta quinta-feira (29), baseada em informações disponíveis no site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, no processo de número 01023160520138200002, referente ao inquérito da Operação Hecatombe, da Polícia Federal.

Lá, constam informações de que os policiais militares Wendel Fagner Cortez de Almeida e Rosivaldo Azevedo Maciel Fernandes teriam sido transferidos de Alcaçuz para o BOPE e os dois teriam saído de dentro da sede da unidade, no dia 18 de julho, mesmo estando presos. 

O Portal BO somente reproduziu o que consta no processo e no inquérito da Polícia Federal, feito a partir de depoimentos de testemunhas e interceptações telefônicas.


Fonte: Portal BO

Nenhum comentário:

Postar um comentário