WEB RÁDIO

quarta-feira, 7 de dezembro de 2022

Espera na ‘fila’ por benefício do INSS pode ultrapassar 480 dias

O tempo médio de espera de uma pessoa pela concessão de benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pode chegar a até 486 dias.

Esse é o caso de quem entra com um pedido por auxílio-reclusão, por exemplo. Mas o prazo do INSS para análise de benefícios deveria ser de, no máximo, 45 dias, prorrogáveis por mais 45.

Na prática, o que acontece é que o tempo médio para diversos benefícios ultrapassa esse prazo. Os benefícios por incapacidade acidentária (auxílio-acidente, invalidez, pensão por morte e auxílio-temporário) tem média de 122 dias para concessão. Já o Benefício de Prestação Continuada (BPC) à pessoa com deficiência tem uma média de 223 dias para concessão.

Até mesmo a aposentadoria por tempo de serviço, que tem uma média de espera menor que os demais — de 68 dias — tem estados como Tocantins e Amazonas com uma média muito maior: de 197 e 149 dias, respectivamente.

Segundo a equipe de transição do governo federal, em outubro deste ano, existiam cerca de 5,5 milhões de pessoas aguardando concessão de benefícios ou na fila dos recursos após o benefício ter sido negado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário