WEB RÁDIO

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Semul se diz preocupada com aumento de casos de violência contra a mulher

A Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SEMUL) encara com preocupação o levantamento divulgado esta semana pelo Observatório da Violência Letal Intencional do Rio Grande do Norte (Obvio) referente ao número de assassinatos de mulheres ocorridos de janeiro a abril.

Natal lidera o ranking de mortes de mulheres em decorrência de condutas violentas letais intencionais, com 11 casos registrados do início do ano até agora. No mesmo período do ano passado também foram registrados 11 assassinatos de mulheres na capital potiguar.

Em todo o estado, o número de femicídios (assassinatos de mulheres não relacionados ao fato de serem mulheres) chega a 36 de janeiro até agora: um aumento de quase 40% em relação ao mesmo período do ano passado.
O número de mulheres assassinadas no Rio Grande do Norte ultrapassou o dobro em pouco mais de 40 dias.

Nessa quarta-feira 19, quatro mulheres assassinadas. Já os feminicídios (assassinatos de mulheres por serem mulheres) foram seis. Dois a menos do que os casos registrados em 2016 no mesmo período.

Agora RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário