WEB RÁDIO

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Polícia Civil de Angicos revela que “Palhaço” não seria o ameaçador de homicídios


A Delegacia Municipal de Polícia Civil de Angicos, com apoio do Grupo Tático Operacional (GTO), conseguiu localizar Marcelo Clécio Melo da Silva, 18 anos, conhecido como “Palhaço”, que estava sendo apontado como o homem que efetivaria homicídios em uma escola da cidade.

Na última segunda-feira 8, foi divulgado um texto com ameaças de crimes que seriam efetivadas por “Palhaço”, em redes sociais. O rapaz foi encontrado pela Polícia, na tarde desta terça-feira 9, em Bento Fernandes e negou a autoria de tais ameaças.

Com o intuito de verificar as ameaças do texto, a equipe da Polícia Civil fez uma varredura em redes sociais e grupos de whatsapp, nos quais o referido e suposto autor dos crimes fazia parte e foi constatado que não é verídica a ação ameaçadora parte do “Palhaço”.

Diante da não autoria das ameaças, Marcelo foi orientado a fazer um vídeo esclarecendo que não estava envolvido em qualquer ameaça e que nem disseminou o texto criminoso.

Marcelo Clécio é investigado pela Polícia Civil como sendo um dos partícipes pelo homicídio de um homem conhecido como “João da Procan”, morto no dia 17 de novembro de 2016.

Além disto, Marcelo também responde a um Boletim de Ocorrência Circunstanciada (BOC), pela prática de ato infracional análogo a porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, cometido em agosto de 2016.

Agora RN


Nenhum comentário:

Postar um comentário