WEB RÁDIO

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Evasão escolar favorece crimes e mortes entre jovens potiguares

A evasão escolar é uma das principais responsáveis pelo ingresso de jovens na criminalidade. Dados da (Fundac-RN) indicam que a maior parte dos internos no sistema socioeducativo não estão na escola ou estão fora de faixa.

Conforme a direção do órgão informou, 80% dos adolescentes que cumprem medida socioeducativa em meio fechado – internação – ou semiliberdade deveriam estar entre a 1ª e 5ª série do Ensino Fundamental, mas apenas 1% deles afirma estar regularmente matriculado na rede.

A maioria que entra em um centro educacional – unidade de internação de adolescentes em conflito com a lei – sequer frequentou uma sala de aula algum dia.

Fora da escola e inseridos no mundo do crime, esses jovens que nunca foram ou abandonaram o colégio no meio do caminho escolar acabam suscetíveis a mortes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário