WEB RÁDIO

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Empresa potiguar cria biocombustível para indústria cerâmica

Foi realizada na Casa da Indústria uma reunião de apresentação da MOTTA BR ao Sistema Indústria.

A empresa, localizada na cidade de Acari/RN, fabrica pellets de madeira (biomassa), que são um tipo de biocombustível que utiliza como matéria-prima resíduos de poda, como a serragem, com um percentual de umidade abaixo de 10%, o que faz com que eles sejam queimados com facilidade.

“Hoje são produzidas em torno de 70 toneladas de podas de árvores na Grande Natal, esses resíduos estão sendo destinados ao lixo de forma incorreta, não há tratamento específico para que haja seu aproveitamento.

O que nossa empresa vai fazer é transformar esses resíduos em pellets, para suprir a necessidade de uma nova fonte de energia nas indústrias de cerâmica e panificação”, afirma o representante da empresa MOTTA BR, Marcos Dantas Nepomuceno.

Para a indústria de cerâmica esse tipo de iniciativa é importante para a diversificação da matéria prima de queima, além de beneficiar os materiais dando uma qualidade com relação a baixa umidade e ao dimensional do material que facilita o processo de queima e controle maior do uso do combustível, evitando o desperdício.

De acordo com Vargas Soliz, presidente do SINDICER, o uso racional do combustível diminui o consumo da biomassa, e melhora o nível das emissões de gases poluentes na atmosfera, atendendo as exigências do CONAMI.





Nenhum comentário:

Postar um comentário