WEB RÁDIO

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Polícia Civil do RN vai indiciar atirador do MP por três tentativas de homicídio

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte vai indiciar o servidor do Ministério Público Guilherme Wanderley Lopes da Silva por três tentativas de homicídio.
Ele atirou contra dois procuradores e um promotor na sede do Ministério Público do estado no dia 24 de março.

Guilherme Wanderley vai responder pelas tentativas de homicídio contra o procurador-geral de Justiça adjunto, Jovino Sobrinho, e contra o promotor Wendell Beetoven – ambos baleados pelo servidor.

O delegado Renê Lopes disse que Guilherme também será indiciado pela tentativa de homicídio contra o procurador-geral de Justiça do Rio Grande do Norte, Rinaldo Reis – o servidor atirou contra ele, mas errou os disparos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário