WEB RÁDIO

segunda-feira, 10 de abril de 2017

MP pede condenação de policial acusado de matar colega no RN; “Crime duplamente qualificado”

O MP/RN apresentou as alegações finais que pedem a condenação, por homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima), do policial civil Tibério Vinicius Mendes de França.

Ele é acusado de matar a tiros o também policial civil Iriano Serafim Feitosa.
O crime aconteceu em março de 2016 no conjunto Cidade Satélite, Zona Sul da capital potiguar.

A Justiça ainda aguarda as alegações finais da defesa para decidir se o réu vai ou não a júri popular. Tibério está preso em Pernambuco, onde foi capturado após ter fugido de um quartel da PM, em Natal.
A mulher de Iriano, a advogada Ana Paula da Silva Nelson, também aparece no processo como vítima.

Ela estava em um carro com o marido quando os tiros foram disparados contra o veículo. Por ter sido atingida na perna esquerda e no tórax, Tibério também foi denunciado por tentativa de homicídio -- igualmente qualificado por motivo fútil e impossibilidade de defesa.

G1 RN



Nenhum comentário:

Postar um comentário