WEB RÁDIO

terça-feira, 27 de junho de 2017

Detentos da Penitenciária João Chaves são indiciados por matarem outro preso

Detentos do Complexo Penitenciário João Chaves, no Potengi, foram indiciados em uma investigação da Delegacia de Homicídios da Zona Norte (DHZN) da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) pela morte do também preso Luiz Clebson de Araújo, conhecido por “Mossoró”, de 26 anos, no dia 26 de setembro de 2016.

Segundo a investigação, o grupo acusado, formado por 14 internos, matou a vítima e simulou a ocorrência de um suicídio.

Segundo informações da DHPP, Luiz Clebson foi morto por integrantes do Sindicato do RN por armar uma falsa fuga no Pavilhão 2 da unidade.

Depois de escaparem do presídio, os homens seriam executados. Luiz Clebson teria planejado a ação por ordem de líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC).

O plano não foi finalizado porque o celular de Luiz Clebson foi encontrado e a ideia, descoberta. Após a descoberta, os integrantes do Sindicato do Crime resolveram matar Luiz Clebson. Toda a ação foi elucidada após agentes da DHPP ouvirem 26 internos da unidade.

Agora RN 

Nenhum comentário:

Postar um comentário