WEB RÁDIO

terça-feira, 13 de junho de 2017

Cerca de 2 bilhões de pessoas não terão acesso à água em 2025

Em 2025, ou seja, em menos de oito anos, 1,8 bilhão de pessoas padecerão da mais absoluta escassez de água, e dois terços da humanidade sofrerá de estresse hídrico – a não ser que a comunidade internacional reaja e tome providências.

Cresce atualmente o medo de que o avanço da seca e dos desertos, assim como a escassez de água e a insegurança alimentar gerem um “tsunami” de refugiados e imigrantes climáticos.

A demanda por água poderá aumentar 50% em 2050. A escassez hídrica é um dos grandes desafios do século 21. 

A seca e a falta d’água são consideradas os desastres naturais com maiores consequências, pois geram perdas ecológicas e econômicas a curto e a longo prazo além de causar impactos secundários e terciários.


Nenhum comentário:

Postar um comentário